14/10/2014

Tudo é questão de ponto de vista. Vivemos repetindo isso por aqui. E este ensaio que encontramos no Catraca Livre é uma bela representação desta afirmação. O fotógrafo norte-americano Trevor Christensen decidiu mudar o referencial do olhar no ensaio “Nude Portraits” (“Retratos Nu”). A diferença desta série para outras com nu: quem estava sem roupa era o fotógrafo.

1

2

A ideia de Trevor é se colocar em posição de vulnerabilidade e captar a reação das pessoas a isso. Olhos fechados, cara de horror e sorrisos maliciosos. Seu objetivo é refletir sobre a relação do fotógrafo com os modelos.

Nude Portraits by Trevor Christensen

4

Nude Portraits by Trevor Christensen

O mais legal de tudo é que o projeto de Christensen continua rolando, e você pode acompanhar pelo seu InstagramTwitter ou pelo site.

08/10/2014

Laerte Coutinho é, com certeza, um dos maiores nomes da história do Brasil e do mundo. Os 40 anos de carreira são muitos, e ainda assim parecem pouco para tantas coisas incríveis e revolucionárias que a cartunista e ilustradora realizou até hoje. Tanto é que ganhou a exposição Ocupação Laerte, no Itaú Cultural, coberta por tirinhas selecionadas pelo filho e também quadrinista Rafael Coutinho, e pelo cenógrafo Fred Teixeira.

Laerte1

Laerte7

A cartunista transexual tem estado em bastante destaque por conta das suas novas escolhas e estilo de vida. E parece não ter problema em falar sobre isso, como contou na abertura da exposição. “[a mudança] influencia de modo profundo o meu trabalho. Não é um processo acabado, toda hora tem novidade… vestidos novos, sapatos bonitos”. Cheio de bom humor, Laerte falou até sobre a cor do batom que usava, quando perguntada. Sobre seu trabalho, conta que não se reconhece naquilo que já foi feito. “De alguma forma, a coisa que está feita é como se não fosse mais minha. Perdi a subjetividade que eu tinha quando estava fazendo. Olho o trabalho e é como se fosse de outra pessoa. Sei que é meu, mas acho que faria diferente”, revela a artista.

Laerte3

Larte4

Laerte6

Laerte5

Laerte2

Não dá para perder a exposição Ocupação Laerte! Mais informações aqui no Hypeness. As fotos também são todas de lá, © Brunella Nunes para o Hypeness.

08/10/2014

Você sabe o que é Economia Criativa? Este é um novo segmento da economia no qual a criatividade e o capacidade intelectual são as ferramentas que geram valor financeiro. Ou seja, transformar o talento em dinheiro e reconhecimento. Bacana, não? Uma das vertentes da produção acadêmica divide em 15 os setores da Economia Criativa: Gastronomia, Arquitetura, Publicidade, Design, Artes e antiguidades, Artesanato, Moda, Cinema e Vídeo, Televisão, Editoração e Publicações, Artes Cênicas (Performing Arts), Rádio, Softwares de lazer, Música e Fotografia. Outras vertentes não setoriza a área, e outra ainda diz que basta se apoiar em propriedade intelectual para gerar receita.

Foto: Ricardo Toscani para Circolare

Foto: Ricardo Toscani para Circolare

Como consta até mesmo na função do nosso Diretor Criativo, Alberto Hiar, a criatividade como negócio é parte essencial do conceito e história da moda e do design. “[O] que me entristece é ver um país tão criativo possuir tão pouco apoio do governo para o desenvolvimento da moda e design“, escreveu Alberto em sua primeira coluna no blog sobre Economia Criativa, para IstoÉ Dinheiro online. “Em suma, este é comprovadamente um setor que emprega muito e responde por uma parcela significativa do PIB em alguns países. Mesmo com tal importância, infelizmente vemos no Brasil um governo que pensa que investir em economia criativa é tão somente fazer ações como a bolsa cultura e vira as costas para todas as outras vertentes, como a moda e design, que têm grande capacidade de gerar muitos empregos.”

O assunto é muito interessante e, quinzenalmente, Alberto Hiar discorre sobre tudo isso e muito mais das ideias e pensamentos de sua mente hipercriativa. Vale (e muito) a pena acompanhar em seu blog na IstoÉ Dinheiro.

07/10/2014

Com todo esse avanço da tecnologia, tirar foto se tornou muito fácil. Tiramos do bolso o mesmo aparelho que usamos para falar com outras pessoas e pronto, mais uma foto para o limitado espaço de disco do celular. O bacana disso tudo é que acabamos rodeados de oportunidades para registrar, mostrar, expor… uma infinidade de possibilidades.

Nós estamos adorando encontrar, todos os dias, fotos muito legais das revendedoras Cavalera. Criatividade é o que não falta. Produções simples, mas que funcionam muito bem e se tornam fotos incríveis.

Mont1

As t-shirts são objeto de desejo e são mostradas de formas muito diferentes: no corpo, no cabide, brincando com o foco, com um fundo mais bacana. Montagens na própria composição da foto, ou de outras fotos unidas, também são recursos muito bem utilizados.

Mont2

Mont3

Se você quer mostrar as suas fotos pra gente, é só marcar a @Cavalera na foto!

 

02/10/2014

Já estamos na primavera, cada vez mais perto do verão. O espírito animado das estações mais quentes traz com ele novas cores, modelos, estampas. Os calçados masculinos também vêm com novidades nesta coleção, como esses dois modelos em couro, com design leve e irreverente como a coleção Woodstock em Bali.

Montagem_sapatos

A loja virtual está cheia de novos modelos. É claro que não são só os calçados dos meninos. Roupas femininas e masculinas, acessórios e peças Cavalera, novos ou com desconto, são muitas as opções. Acesse!

30/09/2014

Um ídolo para a vida: Salvador Dalí. Suas pinturas surrealistas, com ambientes e manipulações oníricas, são verdadeiros labirintos para os olhos, capazes de prender nossa atenção por muito tempo, analisando e apreciando as imagens complexas. No clima do episódio 4 da websérie ENJOY #1 Regina Guerreiro, descobrimos que o IdeaFixa, portal que adoramos e que temos como referência sempre, também adora Salvador Dalí. Fizemos uma seleção dos melhores artigos sobre o artista que encontramos por lá, e trouxemos diretamente para vocês.

Estilão Surreal

Se nas telas o artista não economizava na loucura, imagine em seu guarda-roupas? Fora do seu e de qualquer outro tempo, Dalí fazia de si mesmo escultura de uma arte sem limites preestabelecidos.

Dali_estilo

 

Salvador Dalí e a Playboy de 1973

Dali fez de tudo um pouco. O erotismo sempre foi uma das forças motoras da obra desse sujeito maluco. Quando questionado sobre as composições bizarras e bem pouco comuns para uma revista masculina, Dali respondeu ambiguamente: “O significado do meu trabalho é a motivação do próprio – o dinheiro. O que eu fiz para a Playboy é muito bom, e seu pagamento está à altura da tarefa”. As imagens estão em uma edição da Playboy de 1973.

Dali_Playboy

 

As capas da Vogue de Dalí

Ele fez de tudo mesmo. Entre 1930 e 1970, Dalí fez algumas capas para a revista Vogue, e nenhuma delas é menos confusa e incrível do que a arte do pintor. Esta aqui é de 1939.

Dali_Vogue

 

O zodíaco segundo Dalí

Pois é. Tudo mesmo. Até os signos do zodíaco. Malucos, incríveis e oníricos. Escolhemos touro por ser o signo do artista, mas é só clicar no link para ver o seu também.

Dali_signos

 

25/09/2014

Parecia que não ia chegar nunca. Mas, enfim, eis a Primavera entre nós. Você já percebeu como as plantas já estão mais verdes, os ipês já floresceram e como o clima já mudou? Até na cidade é possível perceber a estação das flores. Caminhe pelas ruas e olhe para cima. Mesmos as sofridas árvores de metrópoles como São Paulo percebem que é hora de impor seu verde ao cenário cinza. E a mistura entre concreto e natureza gera um sentimento positivo, de vida e fluidez.

IMG_0117

IMG_0160

Mergulhamos nessa mistura e colocamos a dançarina e maravilhosa Luanna Exner no centro de São Paulo. Como cenário, o Elevado Costa e Silva, famoso Minhocão. Ela encarnou a Primavera Cavalera em um apartamento bem no clima sessentista de Woodstock, com inspiração paradisíaca em Bali. O resultado? Lindos cliques da fotógrafa Raissa Nosralla, leves, suave, estampados, sem de forma alguma perder a pegada urbana moderna da Cavalera.

IMG_0179

IMG_0354

IMG_0381

IMG_0435

Coleção e ensaios simplesmente incríveis, confira todas as fotos na galeria:

24/09/2014

Nós já falamos dos acessórios do Verão 2015 Cavalera. Mas o que a gente não te contou ainda foi que, além dos acessórios da coleção, a Cavalera está lançando uma linha mais que especial de bolsas e sapatos para fazer qualquer um babar.

Forte como toda Cavarocker, essa linha tem como grande destaque tecidos importados como o tressê multicolor e tressê cetim bicolor, além de uma pegada conceitual que torna as peças grandes aliadas nas composições, além de estampas exclusivas da coleção Woodstock em Bali. O couro também é material chave, e você pode conferir algumas das peças aqui e, claro, visitar a loja mais próxima de você para ver tudo que os novos acessórios Cavalera trazem para as araras!

montagem_bolsas

montagem_sapatos

23/09/2014

Ah, a internet, este campo vastos de novas e incríveis descobertas dia após dia… E foi em uma dessas investidas que encontramos essa matéria muito bacana do jornal Huffington Post, replicada pelo SPresso, e que não podíamos deixar de replicar para vocês também.

Muito se fala sobre a genialidade do grafiteiro Banksy. Seu engajamento político e a forma de utilizar a internet como palco expositor de seus trabalhos e suas ideias são referência para todo o mundo da arte contemporânea. Mas, o Huffington Post listou 10 grafiteiras “tão geniais quanto Banksy” e, interpretando a comparação no sentido conceitual e não sexista, escolhemos algumas delas para mostrar aqui. Os textos traduzidos nós pegamos do SPresso:

KASHINK

Moradora de Paris, a grafiteira Kashink tem como especialidade retratar homens gordos e cabeludos com quatro olhos, que vão desde gangsters a shamans. Nos muros e também fora deles, ela desafia os padrões de gênero: raramente é vista sem seu bigode desenhado por um lápis. “Meu nome, Kashink, é uma palavra onomatopaica”, explicou em uma entrevista ao blogue Global Street Art. “Tirei dos quadrinhos que lia quando era criança. É um som que traz a ideia de ação”.

KASHINK

Miss Van

A francesa Miss Van, hoje moradora de Barcelona, é uma das pioneiras da arte de rua. Seus muros icônicos retratam mulheres barrocas vestidas com casacos de pele e pérolas. Quase sempre usando máscaras de animais – “Eyes Wide Shut”-, suas protagonistas femme fatale são igualmente sedutoras e perigosas. “Homens se atraem naturalmente, e mulheres se identificam com ela”, disse Miss Van à revista Juxtapoz sobre sua arte.

vanessa-alice

Faith47

A estética da sul-africana Faith47 traz espiritualidade e natureza aos ambientes urbanos, reproduzindo na vida real ilustrações dos contos de fadas. “Amo a maneira com que os trabalhos são temporários”, afirmou em entrevista ao portal Senses Lost. “Nada dura para sempre… O vento e o sol desgastam as imagens… É uma faísca que alguém pode ver, e depois se vai.”

faith47

Shamsua Hassani  

Hassani é uma das primeiras artistas mulheres do Afeganistão. Sua arte incorpora elementos temáticos, como a burca. “Muita gente esquece a tragédia que as mulheres vivem no Afeganistão”, explicou em entrevista ao portal Street Art Bio. “É por isso que uso meus desenhos como um meio de lembrar as pessoas. Quero dar destaque a esse assunto na sociedade, com ilustrações representando mulheres com burcas em todos os lugares. Tento mostrá-las maiores do que de fato são, e também de forma mais moderna, relacionando-as com felicidade e movimento. Tento fazer com que sejam vistas de outra maneira.”

shamsia-hassani

Alice Mizrahi

Mizrahi, artista que vive em Nova Iorque, cria ilustrações de meninas e mulheres como “arquétipos sagrados”, na tentativa de empoderá-las. Além disso, junto com a grafiteira Toofly, fundou o Younity (http://www.theyounity.com/), um fórum de para artistas de rua mulheres. “Para mim, não há diferença”, disse Mizrahi para o site Street Art NYC, falando sobre seu trabalho nas ruas e em galerias. “Minha arte é minha arte, seja em um muro, em uma tela ou em um pedaço de madeira. Gosto de me expressar, me divertir e explorar. Não gosto de rótulos.”

ALICE-MIZRAHI

Gostou? Acesse aqui a matéria completa. E se tiver artistas brasileiras para indicar para esta lista, envie para nós nos comentários!

18/09/2014

As camisetas também estão se renovando com a chegada da coleção Woodstock em Bali. Estampas criativas, estilosas e provocativas continuam no nosso display, com o toque especial do Verão 2015 Cavalera.

Mont-1

A caveira é um dos grandes sinônimos do rock, e você pode encontrar as mais diversas versões deste clássico.

Mont-2

Uma outra estampa que não pode faltar de jeito nenhum nas araras são as t-shirts Cavalera. Navy, old school, mais moderno, os estilos são muitos!

Mont-3

Curtiu? Vá até a loja Cavalera mais próxima para conhecer a coleção Verão 2015, ou acesse a loja virtual.