27/05/2015

Me poupem, queridinhos. Naqueles tempos antiquíssimos, ainda nem existia imprensa de moda. Vai daí que – tudo indica – fomos escalando o salto alto bem devagarinho…

26/05/2015

Já ouviu falar nos Dead Drops? Este projeto de intervenção urbana dá uma dimensão inesperada ao compartilhamento de arquivos. A novidade é que os arquivos são enviados por desconhecidos e armazenados em pen drives cuidadosamente espalhados pelas cidades. Para ter acesso a eles, é preciso interagir com o espaço.

Dead Drops: Instalação pelas cidades

Dead Drops: Instalação pelas cidades

Dead Drops: Interação com o espaço

Dead Drops: Interação com o espaço

Dead Drops: Fazendo descobertas

Dead Drops: Fazendo as descobertas

Nesta espécie de “glory holes dos nerds”, entradas USB são fixadas com cimento nas paredes de lugares públicos. Os pen drives são vedados para não serem danificados com a chuva. É só “espetar” o seu computador, descobrir o arquivo que foi deixado pela pessoa anterior e deixar os seus próprios arquivos para a pessoa seguinte. Pode ser uma música, uma foto, e o que mais você achar interessante.

Dead Drops: Oh yeah!

Dead Drops: Oh yeah!

Dead Drops: Um jeito diferente de compartilhar

Dead Drops: Um jeito diferente de compartilhar

Se você fica apreensivo em colocar um dispositivo estranho no seu computador, não se preocupe: esta hesitação faz parte da reflexão. Afinal, o compartilhamento de informação e a confiança em desconhecidos se tornaram práticas corriqueiras na era da internet. Parte do intuito do projeto é fazer as pessoas ponderarem sobre estes temas, incidindo uma nova luz sobre algo visto como banal.

Dead Drops na natureza

Dead Drops na natureza

Dead Drops: Descobertos pelas cidades

Dead Drops: Descobertos pelas cidades

O movimento começou com Aram Bartholl, um artista de Berlim radicado em Nova York, que fez as primeiras instalações em outubro de 2010. No vídeo abaixo, que também funciona como um tutorial de instalação, ele registrou os primeiros passos do projeto:

Com o tempo, a ideia foi ganhando adeptos em outras partes do mundo. Hoje, qualquer um pode instalar uma Dead Drop na sua cidade. Em seguida, é só enviar as fotos e informar a localização para os idealizadores do projeto, para que o “mapa” dos Dead Drops possa ser atualizado. Atualmente, já existem alguns dispositivos espalhados pelo Brasil. Você pode conferir a lista completa no site oficial: http://deaddrops.com

O mapa dos Dead Drops: Descubra onde encontrá-los pelo mundo

O mapa dos Dead Drops: Descubra onde encontrá-los pelo mundo

E aí? Espetaria ou não espetaria?

21/05/2015

Poucas imagens são tão emblemáticas na história da música como a do bebê submerso na capa de “Nevermind”, o icônico álbum do Nirvana. Lançado em 1991, o disco se tornou um sucesso instantâneo e um dos álbuns mais vendidos de todos os tempos. Com o distanciamento do tempo, sua genialidade se confirma: fãs e críticos concordam que “Nevermind” foi um marco não só na breve carreira do grupo, mas em todo o gênero musical. Antes de seu advento, ninguém havia misturado com tanto sucesso o grunge com as influências do rock alternativo.

Nirvana: O icônico álbum Nevermind

Nirvana: O icônico álbum Nevermind

Poucas vezes, também, alguém havia clicado uma capa tão irreverente. Os integrantes do Nirvana foram substituídos por um bebê, que nada em direção a uma nota de 1 dólar. Kirk Weddle, conhecido como um dos melhores fotógrafos subaquáticos, foi o responsável por registrar o momento. O que poucos sabiam até então é que, instantes depois de fotografar o bebê, Weddle convenceu os membros da banda a entrarem na piscina. De bermuda, Kurt Cobain, Dave Grohl e Krist Novoselic caíram na água com os instrumentos e posaram para uma série de fotos.

Nirvana em fotos raras de Nevermind

Integrantes do Nirvana em fotos raras de Nevermind

Integrantes do Nirvana em fotos raras de Nevermind

Integrantes do Nirvana em fotos raras de Nevermind

Integrantes do Nirvana em fotos raras de Nevermind

Integrantes do Nirvana em fotos raras de Nevermind

No total, Weddle clicou mais de 200 imagens, que manteve guardadas em seu armário pessoal por quase 25 anos. Só agora, com o lançamento do documentário “Kurt Cobain: Montage of Heck”, já em cartaz nos cinemas brasileiros, ele trouxe estas fotos raras a público. “Elas são parte importante da história do rock”, disse o fotógrafo.

Integrantes do Nirvana em fotos raras de Nevermind

Integrantes do Nirvana em fotos raras de Nevermind

Kurt Cobain em fotos raras de Nevermind

Kurt Cobain em fotos raras de Nevermind

Dave Grohl em fotos raras de Nevermind

Krist Novoselic em fotos raras de Nevermind

Para Weddle, as imagens dão uma dimensão humana a estas lendas da música, mostrando rapazes que estavam em turnê, um pouco cansados, com saudades de casa e levemente mal-humorados, permitindo-se um momento de leveza e descontração. Kurt, que não era o maior fã das piscinas, ficou relutante de entrar na água e, ao final do ensaio, estava tão exausto que acabou tirando um cochilo no local.

Kurt Cobain em fotos raras de Nevermind

Kurt Cobain em fotos raras de Nevermind

Integrantes do Nirvana em fotos raras de Nevermind

Integrantes do Nirvana em fotos raras de Nevermind

As fotos só uma relíquia valiosa para os fãs. Afinal, quase 25 anos após o lançamento de “Nevermind”, o album está ganhando contornos de nostalgia. Prova disso são quantas das suas músicas se sustentam até hoje, gravadas na nossa memória, e quantas outras canções só se tornaram conhecidas graças aos membros do Nirvana, que levaram o rock alternativo ao mainstream. Estas imagens são ainda mais especiais por tirar a roupagem mítica dos integrantes: por trás do legado, restam apenas três jovens de Seattle com seus instrumentos musicais.

20/05/2015

Sabe porque a Cavalera consegue traduzir a personalidade de todo mundo que usa a marca? Porque nós entendemos que não existe uma maneira certa de ser ou de se comportar: o importante é ter atitude e a segurança de ser e de fazer o que representa o seu estilo. Afinal, a moda está aqui para todos! Para quem vai sair e para quem prefere ficar em casa. Para os mais delicados e os mais transgressores. E para quem é um pouco de tudo e gosta de se reinventar no mesmo ritmo com que se troca de roupa.

Para os viajantes com vários carimbos no passaporte, indicamos um casaco para os invernos mais rigorosos e um tênis que é estiloso em todas as partes do mundo. Porque, às vezes, a moda ultrapassa culturas e fala uma língua universal.

Cavalera para os viajantes: Moda universal

Cavalera para os viajantes: Moda universal

Em um aceno ao universo nerd, também sugerimos looks para os gamers de plantão, que incorporam os jogos no seu jeito de ser. Para quem prefere passar os dias mais frios em casa, na companhia dos seus games favoritos, um jeans e um casaco nas cores de Mario Bros. combinam estilo com um toque de nostalgia.

Cavalera para os gamers: Moda caseira

Cavalera para os gamers: Moda caseira

Muitas referências também vem, é claro, da música, uma das maiores influências da Cavalera. Nós sabemos que é através da música que muitos cavarockers expressam o seu estilo e sua atitude. Por isso, os grandes ícones do gênero deixaram as playlists e as capas de revista e passaram a estampar nossas coleções de camisetas.

Cavalera para rockers: Moda musical

Cavalera para rockers: Moda musical

Por fim, há quem prefira destacar a jovialidade com um look leve, delicado e gracioso. Se este é o seu estilo, a estampa floral biscuit, um desenho exclusivo da coleção de Inverno 2015, foi pensada para você. Os sapatos de influência rocker e a bolsa Cavalera são perfeitos para completar o visual, conferindo um ar atitudinal para balancear com a doçura.

Cavalera doce: Moda delicada

Cavalera doce: Moda delicada

Com tamanha variedade de expressões, a Cavalera permanece um símbolo da juventude. Porque permanecer jovem não é uma questão de idade: depende apenas de estar sempre aberto, sempre antenado, sempre em sintonia com o seu próprio estilo! Qual é o seu?

13/05/2015

As perucas de Lady Gaga são de cabelos sintéticos, é claro. Mas no tempo do Império, não existia nada disso. E para confeccionar uma peruca real, era preciso raspar 50 cabeças !!! Já pensou ??

12/05/2015

No novo episódio de Cavahistórias, nosso aventureiro Richard Rasmussen continua sua viagem pelo continente africano, disseminando carisma, espontaneidade e, é claro, Cavalera! No vídeo desta semana, ele registra seu encontro com a tribo Bayei, estabelecida nas margens do delta do Okavango. Como recordação e agradecimento, Richard deixou camisetas da Cavalera! Confira:

O Cavahistórias termina com uma mensagem do Richard para os futuros visitantes: se você passar por esta região, procure fazer os passeios diretamente com os Bayei. Além de vivenciar uma experiência cultural autêntica, isso permite que a tribo continue no seu local de origem, sem perder espaço para os serviços de lancha das grandes corporações.

A Cavalera, juntamente com o Richard Rasmussen, agradece o povo Bayei pela recepção calorosa. Esperamos que todos tenham gostado dos presentes!

07/05/2015

Todo mundo conhece a alegria e o prazer de encontrar aquele jeans no seu número e modelo – uma calça que valorize o seu corpo e represente a sua atitude. Com a chegada do inverno, o jeans é mais que uma opção de estilo. É, também, o nosso maior aliado nos dias frios e amenos.

É aí que entram os Jeans da Águia, mais uma coleção exclusiva da Cavalera. Confortáveis e convidativas, as novas calças reinventam o jeans com sua variedade de modelos, cores, estampas e tecidos. É só encontrar a que mais tem a ver com você! Veja só porque os Jeans da Águia são irresistíveis:

- Eles rodaram o mundo! Os tecidos e materiais que deram origem à coleção vieram de cantos opostos do planeta, como Japão, Turquia, Paquistão, Espanha e China. Eles foram selecionados a dedo pela sua qualidade, durabilidade e texturas.

Jeans da Águia: Materiais importados

Jeans da Águia: Materiais importados

- Eles têm uma história pra contar! É importante que você sempre saiba o que está vestindo para que possa escolher o melhor modelo para o seu corpo. Por isso, cada calça da nova coleção vem acompanhada de tags com informações essenciais da peça e detalhes da procedência do material.

Jeans da Águia: Tags

Jeans da Águia: Tags

- Eles podem ser personalizados. Nós embarcamos na ideia do customizado e disponibilizamos as “ferramentas” necessárias para você deixar o seu jeans com a sua cara. Com os bottons exclusivos da Cavalera, é possível dar o seu toque final e exclusivo na peça.

Jeans da Águia: Custom Bottons

Jeans da Águia: Custom Bottons

- Eles estão disponíveis em vários modelos – vários mesmo! Para começar, a Legging, confeccionada em tecido mais fino, se tornou o modelo ideal para quem está em busca de alta performance. Assim, você pode se mover com agilidade e flexibilidade, sem abrir mão do conforto e do estilo.

Jeans da Águia: Calça Stiletto Blue

Jeans da Águia: Legging

Outro destaque é o modelo Skinny. Com cintura intermediária e bolsos levemente maiores, a calça valoriza o corpo e dá a impressão de “levantar” o bumbum. Já o Super Skinny é uma inovação a partir do modelo tradicional. A diferença é que a calça tem alta elasticidade e gancho deslocado, conferindo um ar descontraído e descolado ao look.

Jeans da Águia: Calça Dani (Body Up)

Jeans da Águia: Skinny

E como falar de calça para o inverno sem mencionar as Joggers? Feitas com material macio que se assemelha ao moletom, esta é uma das opções mais confortáveis da temporada. Com elas, você leva o conforto de casa com você, esteja aonde estiver.

Jeans da Águia: Joggers

Jeans da Águia: Joggers

E você: já decidiu qual jeans vai chamar de seu? A reinvenção do “jeans nosso de cada dia” não acaba aqui. Confira a coleção completa e descubra as outras surpresas e ousadias da Cavalera para o Inverno 2015.

05/05/2015

Estava dando saudade de viajar com o Richard Rasmussen! Nosso aventureiro de carteirinha está em constante movimento, mas sempre acaba dando uma passada por aqui, com um monte de relatos sensacionais na bagagem. O #Cavahistórias é uma forma de registrar essas aventuras e, ao mesmo tempo, levar um pouquinho da Cavalera para o mundo: quem cruzar os caminhos com o Richard também entra em contato com uma moda tipicamente brasileira.

E tem alguém melhor que o Richard para ser embaixador extra-oficial da marca? Defensor da natureza e cheio de atitude, ele se empolga a cada descoberta e, com sua personalidade despojada e extrovertida, faz grandes amigos aonde quer que vá. Neste pequeno episódio do #Cavahistórias, temos uma amostra do Richard em ação. Em sua última viagem à África, ele esteve com o povo Massai. Durante o encontro, os presenteou com camisetas da Cavalera e recebeu um traje típico da tribo. Acompanhe:

Esta troca foi um poderoso ato simbólico. É pela troca de vivências e experiências que expandimos nossa visão de mundo e o conhecimento humano. A Cavalera sabe que manter os olhos e a mente aberta e conhecer novas culturas é o melhor caminho para continuar ousando e inovando. E adoramos a oportunidade de conhecer, através do Richard, um povo alegre, receptivo e profundamente conectado com a sua identidade.

Até a próxima! 

30/04/2015

Algo mágico aconteceu nos bastidores do São Paulo Fashion Week: no esquenta para o desfile da Cavalera, o backstage – geralmente ocupado por modelos, estilistas, maquiadores e fotógrafos – era dividido com a tribo Yawanawá. Os vinte índios, que vieram do Acre especialmente para apresentar a coleção Verão 2016, conduziram um belíssimo ritual de preparação.

Resumo da ópera? O frio na barriga de todo desfile se transformou em uma corrente contagiante de boas energias. Quem esteve lá, jamais vai esquecer. Os ânimos do camarim, é claro, foram registrados neste video super exclusivo:

Além de depoimentos do Pajé Matsini, do stylist David Pollak e do nosso diretor criativo Alberto Hair, o filme espia o clima inusitado do pré-desfile, desde a pintura corporal, a maquiagem e o cabelo até chegar a hora de percorrer a passarela.

Entre os modelos, estavam várias figuras conhecidas do universo Cavalera e duas participações especialíssimas: o ator Reynaldo Gianecchini, que desfilou dois looks, e a top Yasmin Brunet. Os dois também aproveitaram para gravar cenas de “Verdades Secretas”, próxima novela das 23h da Globo, ambientada no mundo da moda.

Yasmin Brunet e Reynaldo Gianecchini / Desfile / Cavalera / SPFW: Verão 2016 (Foto: FFW)

Yasmin Brunet e Reynaldo Gianecchini / Desfile / Cavalera / SPFW: Verão 2016 (Foto: FFW)

Na plateia, apreciando o desfile, também se encontravam outros atores do folhetim, como Marieta Severo, Deborah Secco e Rodrigo Lombardi. Aos dois últimos, que filmaram suas cenas diretamente da plateia, se juntou o jogador Ronaldo.

Entre os convidados, estavam nossa querida Regina Guerreiro – que passou pelo camarim para deixar seus votos de boa sorte -, o estilista Dudu Bertholi, o cantor Otto, os apresentadores Arthur Veríssimo e Richard Rasmussen, e os barbeiros Marinho e Donnie Hawley, dentre diversas personalidade do universo fashion.

Deborah Secco, Rodrigo Lombardi e Ronaldo / Plateia / Cavalera / SPFW: Verão 2016 (Foto: Site RG)

Deborah Secco, Rodrigo Lombardi e Ronaldo / Plateia / Cavalera / SPFW: Verão 2016 (Foto: Site RG)

Os espectadores foram brindados com uma coleção inspiradíssima. Buscando referências na espiritualidade indígena, a Cavalera trouxe para o Verão 2016 muitas cores vivas, estampas étnicas e desenhos tribais (os famosos Kenês). No processo, deu uma nova forma para a mulher da marca: as peças surpreendentemente leves, delicadas e sensuais reinventam a abordagem da Cavalera para o público feminino. Tá vendo como é sempre bom renovar as energias?

Reynaldo Gianecchini, Alberto Hiar e tribo Yawanamá / Backstage / SPFW: Verão 2016

Reynaldo Gianecchini, Alberto Hiar e tribo Yawanawá / Backstage / SPFW: Verão 2016

Até a próxima Fashion Week, São Paulo!

29/04/2015

Regina Guerreiro mostra – uiuiui ! – o que acontece por baixo do pano, desde sempre . Madame tira a roupa  e… nossa !, veja no Enjoy.